Alcool o vilão do abdômen rasgado?

Nós somos assim, quando  vimos alguém com a barriga gigante você pensa: “Uau, esse cara bebe muita cerveja!” Muitas pessoas acreditam que mesmo uma pequena quantidade de álcool,  irá transformar sua cintura na forma da estação espacial estrela da morte do filme Star Wars . “Isso não é nenhuma lua! É uma barriga de cerveja!”

Sabemos que o excesso de calorias irá causar aumento de gordura, mas o  álcool não faz com que você ganhe quilos num passe de mágica.. No entanto, o álcool é muito calórico e pode temporariamente prejudicar a metabolização da gordura.

Então devemos ou não abolir o alcool?
Como você deve saber, carboidratos e proteínas contêm 4 calorias por grama, enquanto gorduras têm 9kcal. O álcool tem7kcal s por grama, e é processado de maneira diferente dos outros macronutrientes. O álcool não é um nutriente essencial. Quando ingerido, o seu corpo normalmente identifica o álcool como uma toxina e trabalha arduamente para removê-lo.

O álcool tem uma reputação negativa na comunidade de fitness. Parte disso provém do fato de que o álcool reduz severamente a taxa de oxidação da gordura do corpo. Um estudo publicado no American Journal of Faculdade de Nutrição 1 descobriram que, quando os foram dadas aos indivíduos, duas doses de vodka e sem açúcar e limonada, sua oxidação lipídica caiu 73 por cento!

Oxidação lipídica é uma medida da quantidade de gordura do seu corpo está queimando. Mesmo que os coquetéis em questão tinham apenas 90 calorias cada, realizaram um enorme impacto sobre o metabolismo que é responsável pela queima de gordura.
Em vez de ficar armazenado como gordura, o álcool é convertido para uma substância chamada acetato. No estudo, os sujeitos tinham um nível de acetato de sangue duas vezes e meia maior do que o normal. Este forte aumento em acetato coloca um freio na perda de gordura.
Dos 24 gramas de álcool que foi consumido no estudo, apenas 3-5 por cento foi transformado em gordura. Nosso corpo responde ao álcool do mesmo jeito que lida com carboidratos em excesso. O álcool não é necessariamente o vilão, porque é armazenado como gordura, mas porque reduz a quantidade de gordura que seu corpo queima para ter energia.

Além disso, o álcool pode fazer você querer comer mais. De acordo com um estudo publicado no International Journal of Obesity and Related Metabolic Disorders2 , um grupo de homens comeram mais alimentos quando a refeição foi servido com cerveja ou vinho em vez de um refrigerante.

Como se vê, os a gula é  real. (Sim, a “larica dos  bêbados.”) Um estudo de 2002 na Dinamarca verificou que o álcool pode funcionar como um estimulante do apetite potente. Porém ainda há uma esperança!Antes de ir afogar suas mágoas, por ter ganhado gordura em mais bebida, você deve saber que ainda é possível perder peso, enquanto o consume álcool.

A estudo  alemão colocou 49 indivíduos com excesso de peso em uma dieta de 1500 calorias por dia. A dieta do primeiro grupo incluía um copo de vinho todos os dias, enquanto o outro grupo bebia um copo de suco de uva. O grupo de vinho, na verdade, perdeu 5kg, enquanto os consumidores de suco haviam perdido 3,5kg. Quando usado com moderação, o álcool pode ser parte de um plano de refeição saudável. Em outras palavras, a moderação é a chave.

Agora, é uma escolha pessoal. Eu prefiro não beber nenhum tipo de bebida com alcool. Mas também não estou insunuando que  você  deve sair e se embebedar. No entanto, com esse artigo queria mostrar que o consumo de pequenas de álcool a cada dia, como um copo de vinho no jantar, -provavelmente não vai fazer você ganhar gordura. Não vai  impedi-lo de alcançar seus objetivos de perda de gordura.

Be Sociable, Share!

Esta entrada foi publicada em DICAS, NUTRIÇÃO e marcada com a tag , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta