Dicas para perder gordura perdendo pouca massa muscular! #VaiMonstroo

Captura de Tela 2016-02-02 às 10.41.55

Quem tem um treino de musculação bem estruturado sabe que existem fases onde tanto o treinamento quanto a dieta tem o foco na obtenção de massa muscular. Nesse período, altas ingestões calóricas acontecem e quase que inevitavelmente se acumula gordura subcutânea, que prejudica a definição muscular. Desta forma, após atingir o volume muscular desejado, é hora de “secar” e diminuir seu percentual de gordura. Até aí tudo certo, mas como fazer isso sem perder a massa muscular tão arduamente conquistada? Existem diversas maneiras de se fazer isso e já adianto de antemão, é sim totalmente possível baixar o percentual de gordura sem perder massa muscular.

Assim como no período onde você buscava aumentar sua massa muscular, no período de diminuição do percentual de gordura, o treino e a dieta tem de estarem atrelados ao seu objetivo. Você não vai conseguir seu objetivo se tiver um dieta rica em gorduras e carboidratos simples ou se o seu treino não for intenso o suficiente.

Mas se você espera encontrar fórmulas mágicas ou mirabolantes aqui, sinto te desapontar, não encontrará. Nosso corpo segue alguns padrões, que mesmo com sua individualidade, acaba influenciando praticamente todas as pessoas. Veja então alguns fatores que devem ser levados em conta na hora de eliminar sua gordura corporal sem perder massa muscular.

4 Dicas para perder gordura perdendo pouca massa muscular

1° Intensifique seu treinamento: um dos erros mais comuns de quem quer “secar” é usar exatamente o mesmo treino do que quando estava na fase de ganho de massa muscular. É imprescindível que nessa fase se tenha uma intensidade de treinamento bastante elevada. Não apenas para a manutenção do que já foi conquistado, mas para o aumento da massa muscular geral. Apesar de este não ser o objetivo principal, é muito importante que o treino tenho o foco no aumento do tamanho das fibras musculares. Até por que sua dieta vai ser mais restrita, mas não em proteínas. Outro fator que faz isso ser importante é que quanto mais músculos tiver, mais rapidamente conseguirá eliminar as reservas de gordura, já que seu metabolismo será acelerado ainda mais.

2° Não descuide das calorias: Muitas pessoas acham que para reduzir o percentual de gordura precisam de dietas restritivas. Mas como já mencionei neste artigo (Por que as dietas restritivas não funcionam?) nosso corpo precisa de todos os nubanner blogtrientes para que a queima lipídica aconteça e você emagreça de verdade. Você tem que consumir proteínas de maneira equilibrada, pois um dos principais erros quando se quer eliminar gordura corporal é o desequilíbrio entre os nutrientes. Proteína demais, além do que seu corpo precisa, não é absorvida e acaba sendo expelida. Outro fator bastante importante é a questão dos carboidratos, pois como já mencionei neste artigo (Os Carboidratos são mesmo os vilões do emagrecimento?) os carboidratos não devem ser deixados de lado, mesmo que muitas metodologias e dietas assim preguem, pois eles são importantes para a regeneração muscular entre outras funções. A questão toda é equilíbrio e escolher adequadamente seus alimentos. Glicose em excesso é convertida em gordura, mas só em excesso. Coma carboidratos de baixo índice glicêmico e tenha moderação, não é necessário deixar eles de fora de sua dieta.

3° Invista no cardio com moderação: Quem busca eliminar gordura pode ter bons resultados com a prática do cardio, mas com cuidado para não exagerar. Excesso de exercícios predominantemente aeróbicos causam desgaste muscular e podem prejudicar seu treino de força. Sem falar que se o seu treinamento for de alta intensidade, o popular HIT, você terá também uma queima de gordura decorrente deste treino. Em alguns casos, o cardio é totalmente dispensável e onde ele for indicado, uma boa saída é a guerrilha cardio (Guerrilha cardio, uma maneira eficiente de perder gordura).

4° Aposte nos treinos compostos: Se para a hipertrofia, os treinos compostos nem sempre tem um resultado tão positivo, para a queima de gordura eles podem ser de grande valia. Isso por causa de uma característica muito importante, que é a produção de testosterona. Como você vai ter um recrutamento muito maior de fibras musculares, seu sistema endócrino irá liberar mais testosterona. Mas isso só irá acontecer se o seu treino for curto e intenso. Treinos longos, com mais de 40 minutos aproximadamente, irão causar a produção de cortisol, que é o hormônio oposto a testosterona e causa catabolismo de sua massa magra. Invista em treinos que tenham uma intensidade elevada e não ultrapassem a barreira dos 40 minutos na totalidade.

Além de tudo isso, uma outra característica é muito importante para quem busca baixar seu percentual de gordura de forma eficaz, sem perder massa magra. É a paciência e o foco. Nesta fase é necessário muito foco para manter a disciplina e não descuidar nem da dieta, nem do treino e nem do descanso. E paciência para aguardar os resultados, que não vão aparecer da noite para o dia. Por isso, tenha foco no objetivo e paciência para que o processo ocorra de forma natural. Bons treinos Moooonstro!

Be Sociable, Share!

Esta entrada foi publicada em DICAS e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta