Balanceamento de açúcar no sangue.

A chave-mestra para mais massa muscular livre de gorduras.

Para ficar maior não pode ser resumido em apenas uma máxima nutricional, como “comer muita proteína.” Em vez disso, a nutrição, a construção muscular de sucesso é a soma de comer corretamente, cobrindo tudo, desde o total de calorias de proteínas, carboidratos e gorduras essenciais. Dito isto, um aspecto negligenciado da musculação nutrição é o efeito que os alimentos têm sobre os níveis de açúcar no sangue.

sugar

De açúcar no sangue, ou de glucose no sangue, é o termo utilizado para descrever a quantidade de açúcar no sangue. Seu corpo transforma carboidratos ingeridos em açúcar. Ele vai através do seu sangue até os músculos, e absorve-o para fazer o glicogênio muscular (um componente importante de recuperação muscular e crescimento muscular) ou ele é armazenado na forma de gordura, aumentando a sua gordura corporal.

Vamos discutir agora as chaves nutricionais para estabilizar os níveis de açúcar no sangue. Baixos níveis de açúcar no sangue pode levar ao crescimento;
Níveis elevados pode levar a um aumento indesejado na gordura. Aplicar estas oito dicas para manter o seu nível de açúcar no balanço constante, livre de queda nos mergulhos ou picos rápidos indesejados.

1º –  ESCOLHA seus carboidratos

Se você tiver problemas para ficar magro quando você está seguindo um volume dieta de alto teor calórico, então evite o açúcar e fique com carboidratos lentos de queima calórica, tais como aveia, creme de centeio cereal, pão de centeio, pão integral e inhame. Se você é um fisiculturista com uma maior percentagem de gordura corporal, você tende a experimentar maiores oscilações nos níveis de açúcar – açúcar tende a bater dentro e fora de sangue muito rapidamente. Isso pode deixá-lo fraco e cansado, assim como elevações catabólicas (músculo) de desperdício de hormônios. Se você tem um metabolismo rápido e tende a permanecer magro em volume, você pode escolher o que você preferir, pode usar carboidratos na maioria das horas do dia. Fisiculturistas magros naturalmente mantem os níveis de açúcar no sangue mais estáveis, e os níveis estáveis ​​ajudam a construir músculos quase livre de gordura.

2º –  ESCOLHA SEU PROTEÍNA

A clara de ovo e peixes são excelentes fontes de proteínas livres de gordura, tornando-os ideais. Para aumentar acima, é melhor consumir alimentos ricos em proteína, com um pouco de gordura na dieta eles ajudam a manter os níveis de açúcar no sangue estabilizado. Misture as claras com ovos inteiros, substituindo peixes de baixo teor de gordura (como o atum) com carne magra (como bife) e queijo com baixo teor de gordura. A gordura dietética ajuda a manter os níveis de açúcar em linha (por abrandar a digestão), impedindo-os de cair rapidamente. Quando os níveis de açúcar no sangue são estáveis, ocorrem duas coisas: você cresce e você contorna o processo de ganho de gordura.

3º –  SELECIONE SUA proteína em pó

Whey protein é uma grande fonte de aminoácidos, construção muscular, mas soro de leite pode ser absorvida e processada pelo seu corpo de uma maneira que pode lançar uma bola curva em seus níveis de açúcar no sangue, afetando a insulina. Se você falhar depois de comer e de repente ficar sem energia, ficar com uma mistura de soro de leite e caseína. A queda rápida na energia é mais provável em fisiculturistas corpulentos que têm dificuldade para ficar magros. Para eles, uma mistura de soro de leite, caseína é a escolha de proteína superior. Após o exercício, consumir whey por seus efeitos de ação rápida, e segui-los de 30 a 45 minutos mais tarde com uma refeição inteira. Ele vai ser maior do que antes da próxima refeição, adicione um pouco de caseína para o seu shake whey-protein, o que irá diminuir a sua taxa de digestão e evitar aumentos rápidos e baixos de açúcar no sangue.

4º – CONHEÇA O SEU CORPO

Bodybuilders muitas vezes perguntam: “Como muita proteína e carboidratos que devo comer em cada refeição” A resposta varia muito de pessoa para pessoa. Uma abordagem fácil é comer o dobro de gramas de carboidratos como proteínas. Por exemplo, se você consumir 40 gramas (g) de proteína (aproximadamente o valor em seis gramas de carne), acompanhá-lo com 80 g de carboidratos (duas xícaras de arroz cozido ou dois grandes inhames). Se você se sentir bem, estará ganhando massa sem muita gordura corporal, então essa relação de 2:1 é bom. Se você tende a se sentir fraco ou apático após as refeições, corte carboidratos e aumentar ligeiramente a sua ingestão de proteínas. Este ajuste – mais proteínas e menos carboidratos – altera a concentração de açúcar no sangue, ajudando você a se sentir melhor. Ouça o seu corpo. Sentindo-se enérgico e evitar quedas de energia são aspectos negligenciados na construção da massa.

501202601

5º – GINSENG E CANELA

Ginseng americano – cerca de 1-2 g por dia – pode ajudar a manter os níveis de açúcar e deixar de funcionar. Quando os níveis de açúcar mergulham, o corpo reage, colocando para fora hormônios catabólicos. Esses hormônios são desperdiçados na massa muscular e vai interferir no crescimento e reparação da musculatura. Uma dose diária de ginseng tão pouco quanto custa de 40 centavos. Tome 1-2 g de ginseng cerca de 30-40 minutos antes das refeições de alto carbo, especialmente carboidratos de digestão rápida.Não levá-la pós-treino, que é quando você quer carboidratos para digerir o mais rápido possível. Adicione metade de uma colher de chá de canela para o seu mingau de aveia de manhã, ou combinar essa quantidade de canela com Splenda e polvilhe o mistura com torradas de centeio. Isso deve ser suficiente para ajudar a estabilizar o açúcar no sangue, levando à melhoria da energia e do crescimento com menos armazenamento de gordura.

6º – suplementos com BCAAs

Suplementos com BCAAs Muitos fisiculturistas tomam aminoácidos de cadeia ramificada (BCAAs), antes e após o treinamento para evitar a degradação muscular. Aqui vai uma dica: também levá-los quando sua energia diminui. Suplemento com 4-5 g de BCAAs, a qualquer momento do dia em que você tende a falhar. Para alguns, isso pode ser no meio da manhã, para outros, que poderia ser tarde médio ou tardio. Não importa a hora do dia em que você tende a se sentir cansado, o motivo pode ser uma queda nos níveis de açúcar. BCAAs ajudar a compensar um acidente, impedindo a queima de açúcares, permitindo que os níveis sanguíneos estáveis. Mais uma vez, os níveis de açúcar estáveis ​​estão correlacionados com o crescimento e a recuperação.

7º –  SIGA a Regra 120-150

Coma a cada 120-150 minutos. Pequenas refeições consumidas a cada hora 01:58 ajudam a manter os níveis de açúcar mesmo, o que contribui para um corpo maior e mais difícil. Se você treinar muito duro e inerentemente têm pouca capacidade de recuperação, você não pode comer com frequência suficiente. Indo apenas três horas sem comer pode ser tempo suficiente para fazer o seu nível de açúcar no mergulho, reduzindo a sua capacidade de se recuperar e crescer ao máximo.

8º –  Sem Overtrain

Esta não é uma dica de nutrição, mas o treinamento e dieta estão inextricavelmente ligados. Se você treinar com muita frequência ou executar muitos aspectos negativos, hormônios são são liberados naturalmente no sangue. Estes podem aumentar níveis de açúcar no sangue, afetando a recuperação. Overtraining resulta em um estado onde os músculos têm dificuldade de absorção de açúcar, deixando níveis mais elevados no sangue. Este, por sua vez, pode realmente estimular o armazenamento de gordura! Se você treinar duro, mas não exagere, seus níveis de açúcar no sangue tendem a permanecer constante, um pré-requisito para a reparação muscular. No entanto, se você tentar manter-se com Mr. Olympia, você vai experimentar fortes oscilações nos níveis de açúcar, o que não é ideal para o crescimento ou recuperação.

body-builder-profissional

Considerações finais

Açúcar no sangue é um aspecto complicado e esquecido de musculação nutrição. Ao prestar atenção ao que seu corpo está dizendo a você e às suas exigências nutricionais de hora em hora, você pode ajudar a impedir que os seus níveis de açúcar no sangue subam fora de controle ou que a queda seja muito baixa. Ao modular o açúcar no sangue, pode ajudar a maximizar o crescimento e recuperação muscular.

[Revista Flex]

Be Sociable, Share!

Esta entrada foi publicada em DICAS, NUTRIÇÃO e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta