Entenda porque o sódio é considerado o principal vilão da saúde da população.

1) Por que o sódio é considerado o principal vilão da saúde da população?

Consumido seis vezes mais que o recomendado por dia, o sódio é apontado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um fator preocupante da alimentação, com importantes consequências para a saúde da população mundial, como o desenvolvimento ou agravamento de casos de hipertensão, problemas cardiovasculares em geral, elevação de ácido úrico e até câncer no estômago. No Brasil, o cenário de consumo também é excessivo.
Com indicação média de duas gramas diárias, o brasileiro ingere cerca de 12 gramas, ou seja, 10 gramas a mais que o aconselhado. O principal responsável pelo excesso do sódio no organismo se dá pela falta de conhecimento sobre onde ele pode estar presente. Em geral, as pessoas prestam atenção na quantidade direta de sal que colocam nos alimentos, sem perceber que ele está presente em quase todos os alimentos industrializados, inclusive nos doces.

2) O excesso de sódio no organismo é percebido facilmente?
O excesso de sódio no organismo costuma ser percebido apenas em longo prazo, quando surgem os primeiros problemas. Em uma dieta de redução do sal as papilas gustativas demoram em torno de 3 meses para a adaptação. Em pacientes em tratamento de obesidade, especialmente os de maior restrição alimentar, como aqueles submetidos ao balão intragástrico – que permanecem no estômago por seis meses, a orientação é redução ainda maior para que o indivíduo consiga chegar ao final do tratamento totalmente adaptado à quantidade ideal e saudável.
O importante é o equilíbrio, pois o sódio também apresenta papel importante em diversas funções do organismo, como a regularização do volume plasmático, contração muscular, ritmo cardíaco e funcionamento do cérebro. A dica é ficar atento às embalagens dos alimentos, em que é obrigatória a citação da tabela nutricional. Para alimentos vendidos sem embalagem de fábrica, como embutidos de balcão (salsichas, frios, entre outros) é possível consultar o valor de sódio pela internet, em sites especializados. Apenas como comparativo, 1 copo (200ml) de leite de soja contém 190mg de sódio, o equivalente a 8% da necessidade desse mineral para uma pessoa que consome 2000kcal por dia. Se ingerir 3 copos por dia, estará consumindo 24% da sua necessidade diária de sódio.

3) quais aão as orientações para evitar o consumo exagerado do sódio?
– Substitua os temperos industrializados, que apresentam alto teor de sódio, pelos naturais como: alho, cebola, coentro, salsinha, orégano, entre outros
– O mesmo vale para caldos e cubos de carne, galinha e afins, pois também somam o glutamato monossódico;
– Prefira sucos naturais aos industrializados;
– Evite o uso de gorduras animais como: bacon, toucinho, banha de porco, etc;
– Retire o saleiro de cima da mesa.
Os campeões em teor de sódio (acima de 400mg por 100g)
Bacon, gorgonzola, linguiça calabresa, bacalhau, macarrão instantâneo, peito de peru, salgadinho de milho, queijo parmesão, fermento, refrigerante, azeitona preta, alcaparras, tomate seco, champignon, hambúrguer, doces artificiais, carne de sol, mussarela, salsicha, presunto, almôndegas, biscoito de água e sal, shoyo, margarina e manteiga com sal, maionese industrializada, batata chips, leite de vaca desnatado em pó, pão de queijo, coxinha de frango, tablete de carne e galinha, palmito em conserva, molho de tomate industrializado, ervilha enlatada e milho enlatado.

 

Autor:Dra. Liliam Teixeira Francisco – Nutricionista pós-graduada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Fonte: Nutrição em Pauta

 

 

Be Sociable, Share!
Esta entrada foi publicada em NUTRIÇÃO e marcada com a tag , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta